Meu Perfil
BRASIL, Nordeste, RECIFE, Homem, de 36 a 45 anos, Esportes, Esportes de aventura



Histórico


Votação
 Dê uma nota para meu blog


Outros sites
 Maratonista Pernambucano - Meu BLOG
 Corredores do Recife
 Yara Achoa - SP
 Márcio Santana - PE
 Rodolfo Lucena - SP (MM #370)
 Jorge Maratonista - RJ
 Harry Thomas -SP
 Walter Barbosa - SP
 Bruno Thomaz - RS
 Clênio Cordeiro - PE
 Paulo Massa - RJ
 Mayumi Edna - SP
 Stephanie Perrone - RS
 Gentil Jorge - SP (MM #1212)
 Ricardo Hoffmann - RJ
 Miguel Delgado - MG
 Guilherme Mayo - SP
 João Gabbardo - RS (MM #1131)
 Carlos Hideaki - SP (MM #1024)
 Alberto Peixoto - SP
 Edilson Bilu - PE
 Ésio Cusino -PE (MM#1635)
 Gustavo e Karla -PB
 Fabiana -SP




UOL

 
Diário de um futuro ultramaratonista


Famoso

Fiquei feliz e orgulhoso pela postagem do meu relato da Maratona da Grécia no blog do ultramaratonista Rodolfo Lucena.Tô ficando famoso!!!

http://rodolfolucena.folha.blog.uol.com.br/arch2008-11-16_2008-11-22.html#2008_11-22_11_15_59-11248503-0



Escrito por julio cordeiro às 17h59
[] [envie esta mensagem] []



Maratona da Grécia

Frase do dia:

"Todos tentam realizar algo grandioso,sem reparar que a vida se compõe de coisas pequenas". Frank Clark

Maratona da Grécia 

A corrida nos trás emoções indescritíveis.

A superação é algo totalmente real.

Em outubro de 2007,eu nunca me imaginaria hoje feliz da vida por ter completado mais uma Maratona. Queria sair apenas do sedentarismo que me acompanhava há anos.

O susto de ter que fazer um cateterismo me impulsionou a procurar alguma atividade física.

Como não gosto de depender de ninguém e confiando na minha perseverança,escolhi a corrida. Apesar do ligamento do joelho operado anos atrás,estava certo que conseguiria correr ao menos 10 km em seis meses.Estava totalmente enganado.O  vírus me contaminou muito cedo e com 3 meses já estava participando das corridas de 10 km.

Já não me contentava com pouco e com 5 meses de treinos já me arriscava na minha primeira meia-maratona.Agora o sonho maior seria uma Maratona.Muitos me chamaram de “louco”,mas já era tarde e eu já estava decidido .

Quando recebi o convite do LULA ,nosso presidente da ACORJA(Associação dos corredores da Jaqueira),para me unir ao seu grupo e realizar esse sonho de correr uma maratona na Grécia  onde toda a história começou, o máximo que eu tinha corrido era ” somente” 26km.

Os treinos eram muito fortes,mas a alegria contagiante do grupo me fortalecia cada vez mais.

O número de longões e a força de vontade me deram confiança e já fiz a minha primeira maratona no Rio de Janeiro com um tempo de 4 horas e 12 minutos.

Agora estava pronto para o sonho maior que era a Maratona da Grécia.

Nosso grupo de corredores Pernambucanos foi composto por 8 maratonistas e um grupo de apoio fantástico.

Lula,Frade,Eu,Major Azevedo,Paulo Picanha,Juliana,Jacqueline e Marinês. Alguns estreantes e outros experientes,mas todos com um desejo único de tornar aquele sonho realidade.

A ansiedade tomou conta de mim um dia antes e não consegui dormir quase nada.Queria que chegasse logo a hora de correr . A festa e a alegria que fizemos até a largada me tirou o nervosismo e encheu de curiosidade aqueles “Europeus” frios.Não parávamos de cantar músicas do nosso frevo e eles surpresos e encantados com nossa alegria não paravam de tirar fotos da gente.

Como meu objetivo íntimo era baixar de 4 horas  estabeleci que meu  plano de corrida era correr abaixo de 5:20 min/km.

Dada a largada da cidade de Marathon , corri bem os primeiros 5 km em 23:31.

O ano é 490 AC, em algum ponto entre a cidade de Marathon e o mar Egeu, na Grécia. Rolava a Primeira Guerra Médica, entre os atenienses e persas. A batalha não estava fácil pro lado grego, que estavam em número muito menor que os persas (algo parecido com a batalha das Termopilas, vista no filme 300). Os persas estavam avançando e quase chegando a Marathon, quando o rei Dario solicitou reforços. O comandante em campo da batalha, Milciades, resolver escalar um bom corredor entre seus soldados, Fidipedes, para a tarefa. Lá se foi Fidipedes para Atenas, aproximadamente 40K de distância em terreno acidentado, e voltou com mais 10.000 soldados de Atenas, e a batalha foi ganha. Milciades então resolve mandar Fidipedes de volta para Atenas a fim de contar a boa nova. Fidipedes foi, chegou a Atenas exausto, só conseguiu dizer uma palavra, “Niki” (vitória), caindo morto em seguida. Essa é a versão que os próprios organizadores da maratona de Atenas adotam, inclusive seguindo o trajeto original do herói grego.

Nos 10 km com 47:44 e me hidratando muito mantinha o ritmo forte.

Completei a metade da prova com 01:44:33 ,com o apoio entusiástico do público gritando BRAVO-BRAVO!!!

O momento mais crucial da prova era do km 22 ao 32,que eram as subidas.Os treinos das ladeiras que eu tanto reclamava,me fizeram superar aquele momento difícil e  fechei 0s 32km em 02:46:59.

A tão temida “barreira” dos 30 km tinha ficado para trás e eu continuava me sentindo bem e com a certeza que concluiria em menos de 4 horas.

Agora que eu já tinha comido a “carne de pescoço”,era a hora do “filé”.O restante da prova mantive o bom ritmo e eu já me imaginava entrando triunfalmente no estádio.

Mas a vida nos reserva surpresas,e quando faltavam uns 800 metros para a chegada triunfal no Estádio Panathinaikos,Lula –a lenda das corridas do Recife-,chega junto de mim,numa força e uma energia contagiante tira a Bandeira do Brasil do calção ,e fala:” Júlio,vamos chegar juntos com a nossa bandeira do Brasil.”

Nosso choro na linha de chegada carregando a Bandeira Brasileira e ver minha esposa Christianne nas arquibancadas do estádio,super-nervosa e sem conseguir nos filmar,foi uma das maiores emoções da minha vida.

Cravamos 3:43:44. O tempo foi só um pequeno detalhe de uma grande corrida de emoções.

Meu coração que há 2 anos atrás estava fraco,hoje depois dessa corrida bate forte e feliz.

Agradeço a todos que compartiharam comigo esses momentos mágicos e inesquecíveis.

Lula “ a lenda” pelo carisma e liderança e por praticamente me arrastar nos metros finais.

Esse meu “pai” de corrida é o responsável maior pela realização dessa Maratona maravilhosa.

Ao Severino “Frade”, um “monstro” com seus 57 anos e uma vitalidade de menino que deu “coro”em todos nós correndo com uma capa e 2 sombrinhas de frevo.Um verdadeiro campeão.

Ao major Azevedo ,meu companheiro de cerveja pós maratona,com quem aprendi muito nesse pequeno tempo de convivência.

Ao ex Paulo Picanha ,hoje Paulo Filé que com sua “pouca” experiência em Maratonas -25-nos alegra e incentiva a todo momento nos fazendo crer de que nada é impossível.COMRADES que nos espere!!!

A Marinês que foi uma grata surpresa correndo como nunca e estreando em grande estilo uma maratona.

As corredoras inseparáveis Juliana (com a foto do seu Pedrinho colada na camisa)e Jacqueline(a baixinha corre demais!!!),que fizeram como sempre uma corrida de prazer com muita música,dança e vibração.Passavam voando pelos Gregos e Gregas fedorentos  e ainda tiravam onda com um “sai ticaca”.

Ao nosso grupo de apoio por agüentarem o falatório sobre corrida todo dia e o dia todo e acordarem de madrugada e ainda terem forças de incentivar esses "loucos" que somos nós maratonistas.

 

Que Deus me dê muitas outras corridas!!!

 



Escrito por julio cordeiro às 18h58
[] [envie esta mensagem] []



Parabens Jacqueline!!!

Ja estou morrendo de saudade de todos no Brasil. Amanha e nosso ultimo dia aqui em Atenas.

Para nao perder o pique estamos correndo quase todo dia.Hoje vamos correr uns 15km,para comemorar o Aniversario da maratonista "fera"Jacqueline.Nhac,nhac-todo mundo atras de jacq.

E o que dizer da vitoria do NAUTICO. Goleada maravilhosa. Valeu TIMBU 5x2 Cruzeiro.



Escrito por julio cordeiro às 04h22
[] [envie esta mensagem] []




[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]